Cientistas descobrem por que você sente tanta fome quando bebe álcool

Estudo sugere que há uma relação direta entre o consumo de álcool e compulsão alimentar.

Se você se pergunta por que você não resiste a um hambúrguer com fritas de restaurante de fast-food logo após uma bebedeira, cientistas americanos podem ter encontrado esta resposta.

De acordo com um estudo da área de medicina da Pennsylvania State University, pessoas podem desenvolver compulsão alimentar depois de beber álcool porque estes dois comportamentos estão conectados pelo mesmo circuito cerebral.

O estudo endossa hipóteses anteriores que sugerem que o consumo de álcool afeta as mesmas áreas do cérebro que controlam os excessos.

O pesquisadores chegaram a essa conclusão após fazer um estudo experimental com camundongos em laboratório. Os resultados foram publicados no jornal científico American Physiological Society.

O experimento

Pesquisadores separaram três grupos de camundongos machos adultos. O primeiro grupo foi alimentado com uma dieta ilimitada rica em gordura, e teve acesso restrito à água misturada com álcool. O segundo grupo foi alimentado com uma dieta balanceada ilimitada, com o mesmo acesso restrito de água com álcool.

Já o terceiro grupo teve acesso limitado à alimentação rica em gordura e a água com álcool. Este último grupo seguiu o que os pesquisadores chamaram de “dieta de alimentação compulsiva”, ou seja, quando se consome grandes quantidades de comida de uma vez.

Todos os grupos tinham também à disposição água potável durante o experimento.

Depois de oito semanas, a quantidade de álcool na água que foi “batizada” aumentou de 10% para 20%.

De acordo com os pesquisadores, o grupo de camundongos que seguiu a dieta “compulsiva” ganhou mais peso em relação aos outros e registraram uma “clara preferência pelo álcool”.

Por outro lado, os demais grupos consumiram mais água potável, e pouco da água “batizada”.

Apesar de o experimento não ter sido feito em humanos, a nova pesquisa dá luz à relação comportamental entre compulsão alimentar e o consumo excessivo de álcool.

“Obesidade e alcoolismo, duas das doenças crônicas mais comuns nos Estados Unidos, podem estar relacionados com distúrbios comportamentais, como a compulsão alimentar, que por sua vez, é desencadeada por dietas ricas em gorduras, e ingestão excessiva de álcool”, sugerem os pesquisadores. “Eles podem utilizar o mesmo neurocircuito.”

Pesquisadores acrescentam que os resultados podem ser úteis para próximas pesquisas que relacionam o aumento do consumo de álcool e o aumento de peso da população nas últimas décadas.

Fonte:Huffpost