Fim da Cracolândia passa por prevenção e foco no usuário

O Jornal Estado de S. Paulo trouxe a opinião de diversos especialistas, Dr. Ronaldo Laranjeira, Dr. Cláudio Jerônimo, Dra. Clarice Madruga, Dr. Arthur Guerra e outros, sobre o problema da cracolândia. A mudança de endereço de traficantes e usuários, da Luz para a Praça Princesa Isabel, na semana passada, atualiza uma pergunta incômoda há 30 anos em São Paulo: como resolver a questão da Cracolândia? Separar as pessoas em situação de rua dos usuários, recolocar ex-detentos no mercado de trabalho e prevenir o uso drogas na periferia são propostas de especialistas para tentar solucionar problemas que deságuam no fluxo, a concentração em torno do comércio de drogas.

Acompanhe a matéria completa no link: https://bit.ly/3NvDtbm

Fonte:UNIAD – Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas