Brasil: um país de viciados em analgésicos?

Números confirmam aceleração do consumo de medicamentos com alto poder de dependência

A pedido do jornal Folha de São Paulo, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) fez um levantamento da venda anual de analgésicos opioides (medicamentos como a oxicodona, codeína e fentanil para controle de dor física, que também produzem sensação de euforia e relaxamento), até junho de 2021. No primeiro semestre do ano passado foram comercializados cerca de 14,5 milhões de embalagens de analgésicos narcóticos no Brasil. Se o número de venda for duplicado, numa estimativa para todo o ano de 2021, chegaremos a quase 29 milhões de caixas de medicamentos que exigem prescrição médica, como oxicodona e metadona. Em 2020, este número beirou os 22 milhões. Isso significaria um crescimento de 33% de um ano para o outro.

Leia mais em: https://vejario.abril.com.br/coluna/analice-gigliotti/brasil-um-pais-de-viciados-em-analgesicos/

Fonte:UNIAD – Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas