Notcias

Especialistas e at a indstria do tabaco concordam que cigarro eletrnico faz mal sade  Notcias sobre drogas e alcool - Site Antidrogas



(imagem reproduo)
RIO - Ele j foi muito alardeado como uma estratgia segura para quem quer parar de fumar, e, embora tenha venda proibida no Brasil, no difcil compr-lo na internet ou at em lojinhas de rua. No entanto, o cigarro eletrnico rene hoje em torno de si um consenso entre especialistas: ele carrega, sim, substncias que prejudicam a sade, portanto o seu uso oferece riscos que incluem problemas cardiovasculares e cncer de pulmo. At a indstria do tabaco admite isso.

A vantagem que ele tem bem menos do que as 4.700 substncias do cigarro convencional. Por isso, ajuda a diminuir o risco sade daquelas pessoas que no conseguem largar o vcio de jeito nenhum. O novo mantra dos mdicos e pesquisadores nessa rea reduo de danos. O medo, no entanto, de que a falsa sensao de que os e-cigars so seguros acabe estimulando o fumo entre pessoas que, de outro modo, nem se tornariam fumantes.

Consideramos que o cigarro eletrnico menos nocivo do que o tradicional, mas, ainda assim, nocivo. A melhor opo no fumar, ou abandonar o fumo destaca Tnia Cavalcante, mdica do Instituto Nacional do Cncer (Inca) e e secretria executiva da Comisso Nacional para o Controle do Tabaco (Coniq).

No Brasil, a venda desses dispositivos nunca foi permitida. A proibio oficial veio em 2009, quando a Agncia Nacional de Vigilncia Sanitria (Anvisa) alegou no haver estudos cientficos suficientes. Mas a previso de que o assunto entre novamente em pauta nas discusses da Anvisa at 2020. Isso porque o rgo incluiu o subtema Novos tipos de produtos fumgenos Dispositivos eletrnicos para fumar em sua Agenda Regulatria 2017-2020, ento, dentro desse perodo, o tema dever ser aberto para consulta pblica.

Atualmente, temos a necessidade de nos posicionar cientificamente sobre esse assunto. Por isso importante trazer a discusso para a academia afirma Gisele Birman Tonietto, professora de Qumica da PUC-Rio e organizadora de um seminrio sobre cigarro eletrnico realizado ontem na instituio. Eu no conheo no Brasil linhas de pesquisa de qumica sobre o tema em universidades, e isso algo que precisamos incentivar.

O primeiro cigarro eletrnico surgiu em 2003, inventado pelo farmacutico chins Hon Lik, que depois vendeu sua patente para a Imperial Tobacco, uma multinacional britnica.

No lugar da queima de folhas de tabaco, o dispositivo trabalha com uma bateria, um vaporizador e um cartucho, que trocado por refis. Esse cartucho pode ser preenchido com um lquido composto de propilenoglicol, substncias aromatizantes e nicotina o elemento responsvel pela dependncia. Mas outras substncias podem ser acrescentadas, j que a maioria dos pases no tem uma legislao sobre isso.

Em naes como China e Reino Unido, a venda desses aparelhos liberada. Outras como Dinamarca e Frana legalizaram a venda, mas com uma srie de medidas restritivas, como o controle de publicidade tal qual o que feito em relao aos cigarros convencionais. Nos Estados Unidos, a comercializao e as regras de utilizao variam de acordo com o estado.

Uma das principais polmicas sobre a eficcia de usar o cigarro eletrnico para parar de fumar. O usurio, em tese, pode colocar gradualmente menos nicotina no cartucho e, assim, deixar o vcio em algum momento. Mas, em geral, as pessoas simplesmente no diminuem a quantidade de nicotina, o que as faz apenas trocar uma dependncia por outra.

Alm disso, como o cigarro eletrnico tem menos de 15 anos, ainda no h estudos que mostrem o efeito do seu uso a longo prazo.

Solange Cristina Garcia

Coordenadora do Laboratrio de Toxicologia da UFRGS

A professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) ressalta que no existe cigarro seguro, qualquer que seja ele. Tendo isso em vista, Solange diz que possvel trabalhar com uma escala de riscos, na qual o cigarro mais perigoso para a sade o convencional, seguido dos dispositivos feitos com tabaco aquecido, e, em terceiro lugar, os cigarros eletrnicos.

O cigarro eletrnico e o cigarro de tabaco aquecido so quase a mesma coisa na aparncia, e muita gente os confunde porque a indstria os trata como sinnimos, mas eles tm composio qumica bem diferente. O eletrnico tem apenas nicotina e alguns outros componentes. Enquanto isso, o tabaco aquecido tem muito mais substncias, a maioria delas nocivas, afinal ele continua usando plantas de tabaco. E, sobre ele, no h estudos confiveis.

A especialista tambm destaca que irreal defender que o cigarro eletrnico pode ser usado como estratgia para parar de fumar.

Ele tem nicotina, ento, se a pessoa no reduzir a quantidade de nicotina do aparelho, nunca vai deixar de fumar. E isso o que mais se v. As pessoas dificilmente reduzem.

Paulo Saldiva

Diretor do Instituto de Estudos Avanados da Universidade de So Paulo (USP)

Ao ser questionado sobre a possibilidade de o cigarro eletrnico trazer danos sade, o especialista taxativo:

Nada que voc queima, pe na boca e aspira emite perfume pontua ele, acrescentando que algum grau de risco sempre vai existir, mesmo que a tecnologia envolvida na produo de cigarros eletrnicos evolua.

Saldiva explica que o cigarro eletrnico contm propilenoglicol, lcool que, quando queimado, pode gerar aldedos, substncias conhecidas por causar doenas. Mesmo assim, a quantidade desses aldedos infinitamente menor do que a dos cigarros tradicionais.

No h dvidas de que o cigarro eletrnico faz mal. Mas o convencional faz um estrago muito maior e mais rapidamente. Ento, para dar auxlio a quem no consegue abandonar o convencional, talvez tenha lgica usar o eletrnico.

Saldiva ressalta que a resistncia adoo do e-cigar e a lentido em estud-lo culpa da prpria indstria:

H, por exemplo, indcios desde os anos 1930 de que o cigarro convencional faz mal, mas por muito tempo a indstria acobertou isso. Ento todo produto que ela cria gera desconfiana.

Tania Cavalcante

Mdica do Instituto Nacional de Cncer (INCA)

A mdica considera que qualquer poltica pblica que venha a abrir o mercado brasileiro para os cigarros eletrnicos precisa ter como foco garantir o acesso desses dispositivos somente a pessoas que j fumam e que no conseguem deixar o tabagismo por meio de tratamentos.

Essas pessoas existem e no podem ser ignoradas. O cigarro eletrnico pode ajudar destaca ela. Mas fundamental que sejam impedidas prticas de mercado que estimulam crianas e adolescentes a experimentar cigarros eletrnicos. Nos EUA, esse produto comeou a ser vendido em 2007 como sendo absolutamente seguro, e a houve um boom de consumo entre adolescentes. Possivelmente, h aqueles que nunca experimentariam e s passaram a usar por conta dessa propaganda.

Tania concorda que o cigarro eletrnico tem bem menos substncias txicas do que o convencional, mas no tem certeza sobre os efeitos disso na prtica:

A gente sabe que as pessoas estaro menos expostas a substncias txicas, mas a gente no sabe se isso de fato se traduz em menos doenas. preciso estudos de longo prazo.

James Murphy

Membro da British American Tobacco, maior empresa do mundo do setor

James Murphy diretor da Unidade de Fundamentao de Risco Reduzido da British American Tobacco, a maior fabricante de cigarros do mundo, com sede em Londres. A multinacional controladora, por exemplo, da brasileira Souza Cruz. Ele admite que nenhum produto de tabaco pode ser considerado sem riscos.

O que alguns dos melhores cientistas em sade pblica do Reino Unido esto dizendo que os cigarros eletrnicos ofereceriam 5% de risco para a sade. Sempre vai haver algum risco. H possveis danos cardiovasculares, riscos para a funo do pulmo. Quando o cigarro eletrnico solta glicerol, ele pode afetar o funcionamento do pulmo. Mas h uma reduo substancial de risco em relao aos cigarros convencionais afirma ele.

Na avaliao de Murphy, esses aparelhos so mais eficazes para o fumante deixar o tabagismo do que adesivos ou chicletes de nicotina.

O cigarro eletrnico mantm o gestual do ato de fumar, que parte do prazer para a maioria dos fumantes. Ento a transio dos cigarros convencionais para os e-cigars mais fcil do que para adesivos ou chicletes.
Fonte: Extra, Globo.com







Publicidade









Apoio

Mauricar
Dando mais sade vida de seu veculo



Copiadora Campos
Art & Design

Toldos Campos
Toldos - Paineis - Adesivos